Carnaval terá atendimento especial à saúde

Sero montados postos de atendimento mdico, ambulncias e hospitais estaro de prontido, alm da atuao de tcnicos da Defesa Civil e Fiscais da Vigilncia Sanitria

Agência Rio -A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil (SMSDC) do Rio montou um esquema especial de atendimento para os foliões durante o Carnaval. Serão montados postos de atendimento médico, ambulâncias e hospitais estarão de prontidão, além da atuação de técnicos da Defesa Civil e Fiscais da Vigilância Sanitária.

Assistência Médica no Sambódromo (Saúde):

Neste ano, quem for assistir aos desfiles do Sambódromo e shows do Terreirão do Samba contará com nove postos de assistência, um a mais do que no ano passado, com 42 leitos, sendo 9 leitos de suporte avançado para casos de maior gravidade. Ao todo, 200 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem estarão de plantão para prestar assistência. Os casos que necessitarem de remoções contarão com 20 ambulâncias UTIs tripuladas por equipe de saúde, independente das equipes de atendimento dos postos.

Os postos, que contarão com equipamentos de suporte à vida, medicamentos, insumos e exames, ficarão localizados nos setores 1(concentração), 2, 7, 8 e 11, Rua Salvador de Sá, Apoteose (dispersão) e dois no Terreirão do Samba e funcionarão das 17h até o término dos desfiles. Os hospitais da rede municipal de Saúde estarão preparados para receber os casos mais graves. No ano passado, 2.774 pessoas foram atendidas e 58 transferidas para hospitais (2% do total de atendimentos). As principais causas foram intoxicação alcoólica, crise hipertensiva (pressão alta), mal estar e problemas ortopédicos.

Defesa Civil:

A Defesa Civil Municipal, órgão responsável pela coordenação das ações de segurança e prevenção a acidentes, montará uma base operacional na Marquês de Sapucaí e trabalhará de forma integrada, por meio de um sistema de rádio-comunicação com todos os envolvidos na organização do evento. Ao todo cerca de 40 técnicos e engenheiros estarão de prontidão durante os seis dias de desfiles das escolas de samba no Sambódromo, além dos plantonistas para atender as demandas externas que estarão na sede do órgão e no Centro de Operações Rio.

Vigilância Sanitária:

A Vigilância Sanitária Municipal realizará inspeções dia e noite no Sambódromo, Terreirão do Samba, bailes em clubes e casas noturnas, além de bares e restaurantes localizados em ruas por onde circulam bandas e blocos. Cerca de 40 fiscais estarão presentes na Marquês de Sapucaí para inspecionar quiosques e cozinhas destinadas ao fornecimento de alimentos aos camarotes. Denúncias e reclamações deverão ser feitas pelo telefone 1746.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247