Casos de Covid-19 crescem 56% nas classes A e B da zona oeste de SP

"Essa foi uma doença que começou na região central, depois atacou em especial a periferia, e todos os inquéritos sorológicos mostram prevalência maior nos bairros de menor IDH. Mas esse dado tabulado traz esse aumento de 56% na região oeste da capital", disse o prefeito Bruno Covas

Membros da equipe médica, utilizando roupas de proteção e máscaras faciais, fazem um raio-X de pulmão em um paciente com doença coronavírus (COVID-19) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de campanha criado para tratar pacientes que sofrem de doença (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo. 12/05/2020.
Membros da equipe médica, utilizando roupas de proteção e máscaras faciais, fazem um raio-X de pulmão em um paciente com doença coronavírus (COVID-19) na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital de campanha criado para tratar pacientes que sofrem de doença (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo. 12/05/2020. (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Estudo sorológico da Prefeitura de São Paulo aponta que os casos de Covid-19 em adultos cresceram 56% entre as classes A e B na região oeste da capital paulista. 

“Essa foi uma doença que começou na região central, depois atacou em especial a periferia, e todos os inquéritos sorológicos mostram prevalência maior nos bairros de menor IDH. Mas esse dado tabulado traz esse aumento de 56% na região oeste da capital. Mas isso será apresentado na próxima semana”, disse o prefeito Bruno Covas (PSB) segundo a revista Veja.

Até então, os inquéritos sorológicos apontavam que as maiores taxas de incidência do novo coronavírus estavam localizadas nas classes mais baixas e em moradores de regiões periféricas do município. A mudança vem preocupando as autoridades sanitárias por representar um aumento territorial do contágio. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247