Cavendish pode complicar Cunha e Cabral

A prisão do empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, pode trazer implicações para Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, caso opte pela delação premiada; a informação é do jornalista Andrei Meireles; Cunha se empenhou na CPMI do Carlinhos Cachoeira, em 2012, para transformar as apurações em pizza; a atuação do presidente afastado da Câmara fez ele conquistar apoios decisivos como o do então governador Sérgio Cabral e se elegeu líder do PMDB em fevereiro de 2013

A prisão do empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, pode trazer implicações para Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, caso opte pela delação premiada; a informação é do jornalista Andrei Meireles; Cunha se empenhou na CPMI do Carlinhos Cachoeira, em 2012, para transformar as apurações em pizza; a atuação do presidente afastado da Câmara fez ele conquistar apoios decisivos como o do então governador Sérgio Cabral e se elegeu líder do PMDB em fevereiro de 2013
A prisão do empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, pode trazer implicações para Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, caso opte pela delação premiada; a informação é do jornalista Andrei Meireles; Cunha se empenhou na CPMI do Carlinhos Cachoeira, em 2012, para transformar as apurações em pizza; a atuação do presidente afastado da Câmara fez ele conquistar apoios decisivos como o do então governador Sérgio Cabral e se elegeu líder do PMDB em fevereiro de 2013 (Foto: Valter Lima)

247 - A prisão do empresário Fernando Cavendish, dono da construtora Delta, pode trazer implicações para Eduardo Cunha e Sérgio Cabral, caso opte pela delação premiada. A informação é do jornalista Andrei Meireles (aqui). 

"Quem acompanhou os bastidores da CPMI do Carlinhos Cachoeira, em 2012, sabe do empenho de Eduardo Cunha para transformar as apurações em pizza. Como Cachoeira e Cavendish mantinham esquemas suprapartidários, apesar de todo o escândalo, Cunha e outros parceiros não tiveram maiores dificuldades na empreitada. Para salvar Cavendish, Eduardo Cunha fez de um tudo: negociou apoios de parlamentares, procurou jornalistas para repassar munição sobre escândalos paralelos e tirar o foco de Cavendish, e usou esses novos casos para influenciar a comissão de inquérito. Deu certo. Ninguém foi punido", informa Meireles.

Segundo ele, o emprenho de Cunha fez ele conquistar apoios decisivos como o do então governador Sérgio Cabral e se elegeu líder do PMDB em fevereiro de 2013.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247