Chega a 118 número de policiais militares assassinados este ano no Rio

O comando da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) informou hoje (12) a morte do 118º policial militar no estado este ano; a vítima foi o terceiro sargento Victor Aleixo Oliveira da Costa, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Providência, região central da capital fluminense, em serviço na comunidade

17/08/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- ONG Rio de Paz coloca 133 fitas pretas em referência aos 97 policiais militares assassinados e às 36 crianças vítimas de balas perdidas na capital fluminense Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
17/08/2017- Rio de Janeiro- RJ, Brasil- ONG Rio de Paz coloca 133 fitas pretas em referência aos 97 policiais militares assassinados e às 36 crianças vítimas de balas perdidas na capital fluminense Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alana Gandra/Agência Brasil - O comando da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) informou hoje (12) a morte do 118º policial militar no estado este ano. O terceiro sargento Victor Aleixo Oliveira da Costa, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Morro da Providência, região central da capital fluminense, foi morto na manhã deste domingo, em serviço, na comunidade.

Na última sexta-feira (10), durante operação na comunidade do Brejal, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio, foi assassinado o soldado Joubert dos Santos Lima. Ele estava há quatro anos na Polícia Militar, tinha 26 anos e deixou cinco filhos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247