Cineasta acusa Joice Hasselmann de plágio de vídeo feito para Alckmin

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) enfrenta mais uma acusação de plágio, desta vez envolvendo uma peça criada para a campanha presidencial de Geraldo Alckmin. A acusação parte do cineasta Sergio Mastrocola, responsável pelo vídeo

(Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Revista Forum - A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) enfrenta mais uma acusação de plágio, desta vez envolvendo uma peça criada para a campanha presidencial de Geraldo Alckmin. A acusação parte do cineasta Sergio Mastrocola, responsável pelo vídeo. A deputada usou as mesmas imagens da peça nas redes sociais, mas trocou a frase original “não é na bala que se resolve” por “não se combate violência com flores”.

No vídeo, além da frase final, uma rosa atravessa e quebra vasilhames rotulados de “criminalidade”, “falta de segurança” e “violência”.  Em 31 de outubro, a juíza Regina de Oliveira Marques, da 5ª Vara Cível de Santo Amaro, determinou uma audiência de conciliação, ainda sem data. “Não haverá acordo, pois a ideia veio de uma campanha, se não me engano, inglesa”, rebate Gustavo Guedes, advogado da deputada.

Leia a íntegra na Revista Forum 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247