Cínico, PSDB solta manifesto em defesa da "democracia"

Depois de liderar um golpe contra um governo legítimo e levar o país ao abismo de Bolsonaro, os tucanos tenatam ressurgir com o discurso da defesa da democracia. O manifesto diz: "sempre que o governo, qualquer governo, investe contra as instituições, age com desrespeito e intolerância, ameaça a nossa democracia, as liberdades, adota iniciativas e atitudes autoritárias e anticivilizatórias, o PSDB esteve, está e estará do lado diametralmente oposto”

(Foto: Paulo Emílio)

247 - Depois de liderar um golpe contra um governo legítimo e levar o país ao abismo de Bolsonaro, os tucanos tenatam ressurgir com o discurso da defesa da democracia. O manifesto diz: "sempre que o governo, qualquer governo, investe contra as instituições, age com desrespeito e intolerância, ameaça a nossa democracia, as liberdades, adota iniciativas e atitudes autoritárias e anticivilizatórias, o PSDB esteve, está e estará do lado diametralmente oposto”

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "o partido diz ainda que não irá admitir qualquer tentativa de retorno “aos tempos sombrios do autoritarismo”.

A matéria ainda acrescenta que "o manifesto foi apresentado e lido pelo presidente do partido Bruno Araújo durante o congresso. Nas semanas que antecederam o evento, o partido promoveu uma consulta prévia pela internet para ouvir a militância tucana a respeito de temas sobre os quais a sigla vai se posicionar oficialmente. A ideia é que o resultado da enquete sirva de base para a votação dos 700 delegados esperados no evento."

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247