Condenado, Paes vai disputar o governo do Rio pelo DEM

Condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) por abuso de poder político-econômico e conduta vedada a agente público nas eleições de 2016, o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai se filiar ao DEM para disputar o governo do Estado; ele foi convencido a trocar de sigla pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pré-candidato a presidente; porém, para que a candidatura dê certo terá que conseguir uma liminar na justiça

Rio de Janeiro - Coletiva de imprensa com o prefeito Eduardo Paes, para falar sobre o vazamento da conversa entre ele e o ex-presidente Lula (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Rio de Janeiro - Coletiva de imprensa com o prefeito Eduardo Paes, para falar sobre o vazamento da conversa entre ele e o ex-presidente Lula (Tânia Rêgo/Agência Brasil) (Foto: Voney Malta)

Rio 247 – Apesar de estar condenado desde dezembro pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) por abuso de poder político-econômico e conduta vedada a agente público nas eleições de 2016, o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai deixar o MDB e se filiar ao DEM para disputar o governo do Estado. Para tanto terá de conseguir uma liminar na Justiça.

A filiação está marcada para esta sexta-feira (6) na sede do partido no Rio. Ele foi convencido a trocar de sigla pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pré-candidato a presidente.

Para evitar crise com o MDB, o ex-prefeito por dois mandatos levará para a sua nova sigla apenas o deputado federal Pedro Paulo. A expectativa também é de que ele consiga levar ao partido até oito prefeitos do interior.

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247