Correia critica “tortura psicológica” da Lava Jato contra empresário

"Mais #VazaJato nesta 4ªf.Moro, Dallagnoll e PF tocando terror em investigado! Tortura psicológica e ameaças a criança de 7 anos. Procuradores pediram medidas contra filha de empresário radicado em Portugal para tentar extradição dele", escreveu o deputado Rogério Correia (PT-MG) no Twitter

(Foto: Jailson Sam - Agência Câmara)

247 - O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) criticou o fato de a Lava Jato ter colocado uma criança de 7 anos sob a mira de metralhadoras ao invadir a casa de sua mãe, Nathalie Angerami Priante Schmidt Felippe, em maio de 2018. Agentes queriam obrigar o avô da criança o empresário luso-brasileiro Raul Schmidt, a entregar-se. 

"Mais #VazaJato nesta 4ªf.Moro, Dallagnoll e PF tocando terror em investigado! Tortura psicológica e ameaças a criança de 7 anos. Procuradores pediram medidas contra filha de empresário radicado em Portugal para tentar extradição dele", escreveu o parlamentar no Twitter.

De acordo com reportagem do site Intercept Brasil, os policiais federais que invadiram a casa  exigiram "aos berros", com metralhadoras, que ela revelasse o paradeiro de seu pai, para "evitar dor de cabeça para seu filho'".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247