Correia: STF tem obrigação moral e jurídica de anular condenação de Lula

"Enfim, a verdade sobre um dos mais absurdos episódios da vida nacional dos últimos anos. O STF tem a obrigação moral e jurídica de anular as condenações de Lula e assim ao menos reparar a injustiça histórica que envergonha o Judiciário brasileiro", afirmou o deputado federal Rogério Correia (PT-MG), após as novas revelações da Vaza Jato

(Foto: Jailson Sam - Agência Câmara)

247 - O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) cobrou so Supremo Tribunal Federal a anulação da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após as novas revelações da Vaza Jato. 

"Enfim, a verdade sobre um dos mais absurdos episódios da vida nacional dos últimos anos. O STF tem a obrigação moral e jurídica de anular as condenações de Lula e assim ao menos reparar a injustiça histórica que envergonha o Judiciário brasileiro", escreveu o parlamentar no Twitter.

De acordo com reportagem do Intercept Brasil, em parceria com o jornal Folha de S.Paulo, Sérgio Moro e procuradores do Ministério Público Federal (MPF-PR) selecionaram um de 22 diálogos de Lula para divulgar um grampo ilegal e passar à opinião pública o entendimento de que, ao conversar com Dilma Rousseff sobre eventual nomeação dele para a Casa Civil, queria ficr blindado de investigações da Lava Jato. 

"Conversas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) gravadas pela Polícia Federal em 2016 e mantidas em sigilo desde então enfraquecem a tese usada pelo hoje ministro Sergio Moro para justificar a decisão mais controversa que ele tomou como juiz à frente da Lava Jato", diz a matéria.

"Outras ligações interceptadas pela polícia naquele dia, mantidas em sigilo pelos investigadores, punham em xeque a hipótese adotada na época por Moro, que deixou a magistratura para assumir o Ministério da Justiça no governo Jair Bolsonaro (PSL)".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247