Covas definirá em setembro se escolas retomarão as aulas em 2020 ou 2021

"A partir do momento que a área da saúde decidir, vale para a rede municipal, privada e estadual. A rede municipal está preparada para qualquer que seja a decisão, seja para retomar neste ano, seja retomar no ano que vem", disse o prefeito de São Paulo, Bruno Covas

Coletiva de imprensa com Área do Governo e Área da Saúde em São Paulo 14 de agosto de 2020
Coletiva de imprensa com Área do Governo e Área da Saúde em São Paulo 14 de agosto de 2020 (Foto: Governo de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), disse nesta quinta-feira (27), que irá definir em setembro a data de retorno das aulas na capital. Segundo ele, a retomada poderá acontecer somente no ano que vem, dependendo da definição das autoridades de saúde em função do avanço da pandemia do novo coronavírus. 

"A decisão de retorno ou não é da área da saúde. A partir do momento que a área da saúde decidir, vale para a rede municipal, privada e estadual. A rede municipal está preparada para qualquer que seja a decisão, seja para retomar neste ano, seja retomar no ano que vem”, afirmou Covas de acordo com reportagem do jornal Folha de s. Paulo

De acordo com o inquérito sorológico, 18,3% dos alunos da rede municipal apresentam anticorpos contra a Covid-19. O índice corresponde a cerca de 123 mil estudantes. A fase anterior do inquérito sorológico apontou que este índice era de 16,1% (108 mil alunos)..

"Esse aumento de 16,1% para 18,3% pode ser uma tendência de aumento ou que estamos operando na mesma faixa. Por isso, só o terceiro inquérito vai confirmar se se trata de um aumento ou se é o mesmo número",  destacou Covas. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo APOIA.se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247