Criminosos matam idoso, enterram no quintal e ocupam casa no litoral paulista

O corpo do idoso Moisés Ribeiro da Silva, de 68 anos, foi achado em uma cova rasa no quintal da casa onde morava sozinho, em Ilha Comprida. Um suspeito foi preso. De acordo com a PM, o corpo tinha marcas de facadas na cabeça e nas costas, além de um braço quebrado

Moisés Ribeiro da Silva
Moisés Ribeiro da Silva (Foto: Polícia Militar/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Polícia Militar de São Paulo informou que três homens mataram a facadas o idoso Moisés Ribeiro da Silva, de 68 anos, enterraram o corpo no quintal e ocuparam a casa em que ele morava sozinho em Ilha Comprida, no litoral sul paulista. 

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o corpo foi achado em uma cova rasa no quintal. Um suspeito foi preso. De acordo com a PM, o corpo tinha marcas de facadas na cabeça e nas costas, além de um braço quebrado. Pelo estado do cadáver, o idoso tinha sido morto havia pelo menos três dias.

Segundo a família de Silva, o idoso morava sozinho, mas falava com frequência com os familiares. Os filhos estranharam a falta de ligações nos últimos dias e entraram em contato, mas o celular não estava atendendo.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247