Damous: “auxílio-moradia mostra que corrupção não é exclusiva do mundo político”

"O auxílio moradia é salário disfarçado e mostra que a corrupção atinge o judiciário em todas as esferas, inclusive os "campeões" do combate à corrupção que deveriam devolver ao erário os ganhos ilícitos", escreveu o deputado federal Wadih Damous em seu Twitter; O assunto está em pauta por conta da atitude do juiz federal carioca Marcelo Bretas ter ido ao Conselho Nacional de Justiça para receber o benefício mesmo casado com uma juíza que também recebe o abono

Brasília - O deputado Wadih Damous fala à imprensa após reunião do Diretório Nacional do PT sobre manifestações de apoio ao governo (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - O deputado Wadih Damous fala à imprensa após reunião do Diretório Nacional do PT sobre manifestações de apoio ao governo (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Charles Nisz)

Rio 247 - O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) criticou o auxílio-moradia recebido por juízes, desembargadores e promotores do Ministério Público em sua conta no Twitter.

O assunto está em pauta por conta da atitude do juiz federal carioca Marcelo Bretas ter ido ao Conselho Nacional de Justiça para receber o benefício mesmo sendo casado com uma juíza que também recebe o abono.   

"O auxílio moradia não é 'auxílio' coisa nenhuma é salário disfarçado e mostra que a corrupção não é exclusividade do mundo político mas atinge o judiciário em todas as suas esferas inclusive os 'campeões' do combate à corrupção que deveriam devolver ao erário os ganhos ilícitos", escreveu Damous em seu Twitter.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247