De olho em 2022, Doria tenta atrair Sérgio Moro

Com vistas para a eleição presidencial de 2022, o governador de São Paulo tenta atrair o ex-juiz Sérgio Moro, condenado pelo STF por causa da parcialidade contra o ex-presidente Lula

www.brasil247.com - João Doria e Sergio Moro
João Doria e Sergio Moro (Foto: Luis Blanco/Governo do Estado de São Paulo)


247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tenta o ex-juiz Sérgio Moro para eventualmente integrar o projeto tucano de disputar a presidência da República em 2022. A informação foi publicada pela coluna de Eliane Cantanhêde, no jornal O Estado de S.Paulo.

Condenado pelo Supremo Tribunal Federal por causa da parcialidade contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Moro tem até o dia 31 deste mês para decidir se deixa a consultoria Alvarez & Marsal (A&M) ou não.

O chefe do executivo paulista levou para seu governo seis ex-ministros do governo Michel Temer, como Henrique Meirelles, da Fazenda. Também levou o seu vice-governador de SP, Rodrigo Garcia, do DEM para o PSDB.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Doria acolheu o ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (RJ) numa secretaria com dupla personalidade, econômica e política. Maia integrou o DEM e atualmente está sem partido,

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O governador também convidou para a Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM), que indicou seu ex-braço direito, João Gabbardo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email