Defesa diz que buscou GSI para encontrar 'irregularidade' que possa anular processo de Flávio Bolsonaro

Advogados afirmam que relatórios que embasam investigação contra o senador podem ter irregularidades, o que poderia anular as investigações por rachadinha contra Flávio na Justiça

Flávio e Jair Bolsonaro
Flávio e Jair Bolsonaro (Foto: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os advogados de defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) disseram quew procuraram o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para obter ajuda sobre supostas ilegalidades cometidas por servidores da Receita Federal, no Rio de Janeiro, durante a produção de relatórios que apontaram movimentações suspeitas em contas do cliente.

Flávio Bolsoanro é investigados e acusado de chefiar um esquema de rachadinha no gabinete dele na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). Advogados sustentam que relatórios que embasam investigação contra o senador podem ter irregularidades, o que poderia anular caso na Justiça

Após a reunião, ocorrida em 25 de agosto, GSI, Abin, Receita Federal e Serpro foram mobilizados por Bolsonaro para encontrar alguma prova que apontasse irregularidade nos relatórios de movimentações atípicas de Flávio Bolsonaro, produzidos pelo Coaf

"Registre-se, finalmente, que o fato foi levado diretamente ao GSI por ter sido praticado contra membro da família do Senhor Presidente da República", sustenta a defesa do filho de Jair Bolsonaro.

O pedido de colaboração entre a defesa de Flávio e o GSI foi revelado pelo jornalista Guilherme Amado, da revista Época. De acordo com a publicação, meses após atuar no caso, o GSI não confirmou as suspeitas lançadas pelos advogados do filho do presidente contra servidores da Receita.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247