Delator: Dornelles recebeu R$ 250 mil em propina

Delator Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, afirmou que intermediou o pagamento de R$ 250 mil da Queiroz Galvão para o PP a pedido do governador interino do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, em 2010; segundo Machado, o dinheiro foi repassado na forma de doação e veio de “vantagens indevidas”

Delator Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, afirmou que intermediou o pagamento de R$ 250 mil da Queiroz Galvão para o PP a pedido do governador interino do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, em 2010; segundo Machado, o dinheiro foi repassado na forma de doação e veio de “vantagens indevidas”
Delator Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, afirmou que intermediou o pagamento de R$ 250 mil da Queiroz Galvão para o PP a pedido do governador interino do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, em 2010; segundo Machado, o dinheiro foi repassado na forma de doação e veio de “vantagens indevidas” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O delator Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, afirmou que intermediou o pagamento de R$ 250 mil da Queiroz Galvão para o PP a pedido do governador interino do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, em 2010.

Segundo Machado, o dinheiro foi repassado na forma de doação e veio de “vantagens indevidas”.

Em nota, Dornelles diz que as doações que recebeu foram registradas nos tribunais eleitorais.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247