Delegada volta atrás e diz que ataque a Karol Eller não foi homofóbico

"Existem dois crimes sendo apurados, a lesão corporal e a injúria por preconceito. Mas este segundo já ficou descartado pelas testemunhas do quiosque e pelas imagens das câmeras de segurança do local", disse a delegada Adriana Belém sobre o caso envolvendo a youtuber bolsonarista Karol Eller

Karol Eller
Karol Eller
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – A delegada Adriana Belém, a titular da 16ª DP do Rio de Janeiro, afirmou nesta quinta-feira, 19, que a agressão à youtuber bolsonarista Karol Eller não será mais investigada como um “um caso típico de homofobia”, como um caso de lesão corporal.  

A mudança na linha de investigação ocorreu após a delegada ouvir depoimentos de depoimentos de funcionários do quiosque da orla da Barra onde Karol Eller foi agredida no último domingo por Alexandre Silva, 42 anos.  

"Existem dois crimes sendo apurados, a lesão corporal e a injúria por preconceito. Mas este segundo já ficou descartado pelas testemunhas do quiosque e pelas imagens das câmeras de segurança do local", disse Adriana Belém à revista Época.

De acordo com a delegada, as versões apresentadas pelos funcionários do quiosque coincidem com a descrição feita pelo acusado sobre o episódio. Eles confirmaram que Karol Eller manuseou uma arma, que chegou a colocar na cintura. Os empregados do quiosque também confirmaram que a youtuber iniciou a briga e parecia estar alterada quando tomou a iniciativa de confrontar o acusado pelo espancamento (leia mais no Brasil 247).

Belém também disse que cogita indiciar a youtuber e sua namorada, a policial civil Suellen Silva dos Santos, por denunciação caluniosa. As duias devem ser convocadas para depor novamente.  

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247