Deputado bolsonarista diz que massacre de Jacarezinho "não foi chacina, foi faxina"

Coronel Sandro (PSL), deputado estadual por Minas Gerais, defendeu a operação policial responsável pela morte de 29 pessoas

Coronel Sandro
Coronel Sandro (Foto: Sarah Torres/ALMG)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - O professor universitário e advogado João Gabriel Prates usou o Twitter para mostrar uma postagem do deputado estadual por Minas Gerais, Coronel Sandro (PSL-MG). O bolsonarista disse que o massacre de Jacarezinho “não foi chacina, foi faxina!”. A desastrosa operação policial foi responsável pela morte de 29 pessoas.

Prates fez a postagem e escreveu: “Mais um canalha, que é deputado em Minas Gerais. Que a Assembleia responsabilize o Coronel Sandro”.

O bolsonarista respondeu a mensagem e ameaçou o advogado: “Pronto para o processo por injúria! Aguarde”.

Leia mais na Fórum.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email