Desempregada não consegue auxílio de R$ 600 por constar como 'presidente da República' em sistema

O sistema do governo mostra que Adeyula Rodrigues tem empregos ativos na Secretaria de Educação do Espírito Santo e na Prefeitura de Vila Velha (ES)

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A desempregada Adeyula Rodrigues não conseguiu receber o auxílio emergencial de R$ 600 disponibilizado pelo governo federal por constar no sistema que tem dois empregos. O mais curioso é que um dos empregos acusados pelo sistema é o de presidente da República, de acordo com a coluna de Guilherme Amado, da Época.

Segundo a repórter Siumara Gonçalves, do jornal A Gazeta, do Espírito Santo, o emprego de presidente seria na Secretaria de Educação do estado. O outro emprego que teria Adeyula é de auxiliar de secretaria pela Prefeitura de Vila Velha (ES).

O fato é que Adeyula Rodrigues trabalhou na Secretaria de Educação até agosto de 2019 e que, agora, está desempregada.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247