Dilma e Temer se solidarizam com vítimas de tragédia no Rio

Presidente da República em exercício, Michel Temer, disse que se solidariza com os familiares das pessoas que morreram na queda de uma ciclovia no Rio de Janeiro; no áudio, divulgado em sua página pessoal no twitter, Temer afirmou esperar que as apurações sejam feitas e que possam detectar os "eventuais equívocos que geraram esse lamentável acidente", mais cedo, a presidente Dilma Rousseff havia expressado solidariedade aos familiares das vítimas e aos feridos na tragédia

Presidente da República em exercício, Michel Temer, disse que se solidariza com os familiares das pessoas que morreram na queda de uma ciclovia no Rio de Janeiro; no áudio, divulgado em sua página pessoal no twitter, Temer afirmou esperar que as apurações sejam feitas e que possam detectar os "eventuais equívocos que geraram esse lamentável acidente", mais cedo, a presidente Dilma Rousseff havia expressado solidariedade aos familiares das vítimas e aos feridos na tragédia
Presidente da República em exercício, Michel Temer, disse que se solidariza com os familiares das pessoas que morreram na queda de uma ciclovia no Rio de Janeiro; no áudio, divulgado em sua página pessoal no twitter, Temer afirmou esperar que as apurações sejam feitas e que possam detectar os "eventuais equívocos que geraram esse lamentável acidente", mais cedo, a presidente Dilma Rousseff havia expressado solidariedade aos familiares das vítimas e aos feridos na tragédia (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Agência Brasil - O presidente da República em exercício, Michel Temer, disse hoje (21) que se solidariza com os familiares das pessoas que morreram na queda de uma ciclovia no Rio de Janeiro. No áudio, divulgado em sua página pessoal no twitter, Temer afirmou esperar que as apurações sejam feitas e que possam detectar os "eventuais equívocos que geraram esse lamentável acidente". Mais cedo, a presidente Dilma Rousseff havia expressado solidariedade aos familiares das vítimas e aos feridos no acidente.

Temer assumiu hoje a Presidência com a viagem da presidenta Dilma Rousseff a Nova York, onde participará, amanhã (22), da cerimônia de assinatura do Acordo de Paris sobre Mudança do Clima, na sede da Organização das Nações Unidas (ONU).

Desde o início da semana, Temer estava em São Paulo, mas por questões de segurança, voltou hoje a Brasília no fim da tarde.

Acidente

O desmoronamento de parte da ciclovia da Avenida Niemeyer em São Conrado, na zona sul do Rio de Janeiro, deixou hoje dois mortos e uma pessoa desaparecida. Dois corpos foram retirados das águas por uma equipe do Corpo de Bombeiros com o apoio de um helicóptero, que continua fazendo varredura no local em busca de outras possíveis vítimas.

Veja a íntegra da nota emitida pela presidente Dilma Rousseff.

Foi com grande tristeza que tomei conhecimento do acidente ocorrido na manhã desta quinta-feira, na ciclovia Tim Maia, em São Conrado, no Rio de Janeiro. Expresso meu mais profundo pesar aos familiares e amigos das vítimas e manifesto meu desejo de pronta recuperação dos feridos.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247