Dimas Covas questiona Pazuello por prever imunização de 100% da população em 2021

De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, "essa afirmação do ministro precisa ser respaldada em fatos que nesse momento ainda não existem"

Eduardo Pazuello e Dimas Covas
Eduardo Pazuello e Dimas Covas (Foto: ABr | GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, questionou nessa sexta-feira (12) a projeção feita pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de vacinar toda a população brasileira em 2021. Covas citou a indisponibilidade de doses suficientes para atingir a chamada "imunidade de rebanho".

"Essa afirmação do ministro precisa ser respaldada em fatos que nesse momento ainda não existem", disse. "Ele disse que será vacinada a população elegível até o fim do ano. Só faltou dizer o que é a população elegível, essa é a grande pergunta", acrescentou. O relato foi publicado pelo portal G1

Até quinta-feira (11), em torno de 4,5 milhões de pessoas receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, o que representou apenas 2,16% dos brasileiros, apontou um levantamento do consórcio de veículos de imprensa feito junto às secretarias estaduais de saúde.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email