Doria afirma que não irá endurecer medidas restritivas contra o coronavírus

A decisão tem direta relação com o aumento da adesão ao isolamento social em São Paulo, que subiu de 47%, na última quinta-feira, para 59% no domingo

João Doria
João Doria (Foto: Gov. SP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Com o aumento da adesão ao isolamento social no estado de São Paulo, o governador João Doria disse em entrevista coletiva nesta segunda-feira (13) que não irá endurecer as medidas restritivas já em vigor em SP.

Na última quinta-feira (9), o isolamento social em SP era de 47%. No domingo (12), esse número já havia saltado para 59%.

“Quero agradecer aos brasileiros de São Paulo que atenderam àquela convocação que fizemos na quinta-feira da semana passada, para que nós pudéssemos aumentar esse índice [de isolamento] sem tomar atitudes mais duras — como não temos de adotar, porque a resposta foi positiva. Esse foi o meu compromisso e eu o estou cumprindo", falou Doria.

“Estamos confiantes de que a população continuará fazendo essa opção pelo isolamento social. Nossa meta é manter esse percentual na base de 60% e, gradualmente, ampliá-lo para chegar a um nível que nos permita o controle sobre sistema de saúde público e privado", complementou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247