Doria: "Bolsonaro não trabalha para o bem dos brasileiros, trabalha para o seu bem, para os seus filhos"

"Tínhamos que ter um presidente integrando a nação e não desintegrando. Temos um presidente que não trabalha para o bem dos brasileiros, trabalha para o seu bem, para os seus filhos e para os seus bens extremados", disse o governador de São Paulo, João Doria (PSDB)

Doria começa a se descolar de Bolsonaro
Doria começa a se descolar de Bolsonaro (Foto: Gov. SP | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) criticou as falas de Jair Bolsonaro no ato golpista deste domingo (4), em frente ao Palácio da Alvorada, e afirmou que ele “não trabalha para o bem dos brasileiros, trabalha para o seu bem, para os seus filhos e para os seus bens extremados". 

"É triste ouvir isso. Tínhamos que ter um presidente integrando a nação e não desintegrando. É um momento de todos nós estarmos unidos e defender os cidadãos. Temos um presidente que não trabalha para o bem dos brasileiros, trabalha para o seu bem, para os seus filhos e para os seus bens extremados", disse Doria nesta segunda-feira (5). 

"Pra que fazer aglomerações em frente ao Palácio? Temos que fazer um movimento humanitário, para proteger a saúde das pessoas. Tivemos mais de 7 mil pessoas que morreram e o presidente da república apelando. É hora de proteger vida”, ressaltou o tucano. 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247