Doria defende compra da Sputnik V: “não há razão para não termos mais vacinas”

O governador de São Paulo, em debate na TV 247, afirmou que “o governo [Jair Bolsonaro] errou flagrantemente” ao optar pela compra de “uma única vacina, tendo tido a oportunidade de comprar mais”. Assista

João Doria
João Doria (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), em debate na TV 247, saiu em defesa da compra da vacina russa Sputnik V contra a Covid-19 e cobrou ação do Ministério da Saúde.

De acordo com Doria, a substância já comprovou sua segurança. Atualmente, a Argentina, país vizinho ao Brasil, já vacina sua população com o imunizante russo. “A Sputnik já foi demonstrada como uma vacina segura. Não há razão para não termos mais vacinas. Desde o início eu defendi, como governador de São Paulo, e o governo como um todo na sua área da saúde, que nós precisávamos de vacinas. Fizemos o que era nossa competência, apesar de todos os enfrentamentos, os governadores sabem disso. Para termos a vacina do Butantan foi um drama e um enfrentamento de seis meses. De cada dez pessoas vacinadas no Brasil, nove estão sendo vacinadas com a vacina do Butantan, viabilizada por nós e paga por nós”.

O governador reforçou que é a favor de todas as vacinas e apontou mais uma vez a incompetência do governo Jair Bolsonaro, que negligenciou a compra de imunizantes e optou por viabilizar apenas doses de um único laboratório. “Desde o início nós dissemos aqui em São Paulo: somos a favor de todas as vacinas, da AstraZeneca, da Sputnik, da Pfizer, da Moderna, da vacina da Janssen. Todas que puderem ser homologadas pela Anvisa, ou tendo homologação internacional, devem estar disponibilizadas para que o Ministério da Saúde compre as vacinas. O governo errou flagrantemente. Aliás, é uma sucessão de erros, infelizmente. Errou ao fazer opção por uma vacina [apenas]. O governo Bolsonaro fez opção por uma única vacina, tendo tido a oportunidade de comprar mais”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email