Doria prepara candidatura de Datena em São Paulo

O candidato do governador João Doria à prefeitura de São Paulo deverá ser o apresentador José Luiz Datena, que se filiará ao DEM. Com isso, Doria, que já atraiu Alexandre Frota para o PSDB, pretende fragmentar a direita bolsonarista no maior colégio eleitoral do País e preparar terreno para a disputa presidencial de 2022. Ontem, Jair Bolsonaro declarou que Doria "está morto" para 2022

247 – O canditado apoiado pelo PSDB à prefeitura de São Paulo será o apresentador José Luiz Datena, que não deve renovar seu contrato de cerca de R$ 400 mil mensais com o grupo Bandeirantes para apresentar o programa Cidade Alerta. Com isso, Doria deverá tentar encampar uma candidatura com claro corte de direita na cidade de São Paulo, maior colégio eleitoral do País, para tentar fragmentar a base bolsonarista, que cogita lançar a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Datena, no entanto, não deverá concorrer pelo PSDB. Ele deve se filiar ao DEM e, com isso, Doria pretende formar uma coalizão para 2022 com um núcleo duro formado por três partidos: PSDB, DEM e o PSD, de Gilberto Kassab. Em São Paulo, o PSDB deve indicar o vice de Datena, que provavelmente será o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP), que foi aceito na legenda sob protestos de tucanos históricos.

Doria enxerga na fragmentação do PSL o caminho para a construção de seu projeto presidencial. Outro potencial dissidente do PSL é o senador Major Olímpio (PSL-SP), que também tem demonstrado insatisfação com os rumos do bolosnarismo. Com Datena na política, o Cidade Alerta poderá ser assumido pelo filho do apresentador. Com isso, a Band, que tem feito duras críticas ao governo Bolsonaro, também se aproxima do projeto de João Doria, assim como outros grupos de comunicação.

O atual prefeito, Bruno Covas, já foi rifado pela cúpula tucana e deverá ter como prêmio de consolação a possibilidade de disputar o Senado em 2022.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247