Doria propõe extinguir fundações, empresas públicas e incentivos fiscais

Entre as empresas que o governo quer fechar estão a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) e a Fundação Parque Zoológico de São Paulo

Coletiva de imprensa com áerea do governo e área da Saúde  Dia:08/06/2020
Coletiva de imprensa com áerea do governo e área da Saúde Dia:08/06/2020 (Foto: GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Conjur - O governador de São Paulo, João Doria (PSBD), enviou nesta quarta-feira (12) à Assembleia Legislativa um projeto que, entre outras coisas, propõe a extinção de fundações mantidas pelo estado e corte em todos os benefícios concedidos como ICMS, IPVA e ITCMD.

A renúncia fiscal do governo estadual para incentivar empresas a investirem no estado gira em torno de R$ 40 bilhões apenas em ICMS. A previsão de arrecadação para 2021 apenas com esse imposto é de R$ 141 bilhões.

No texto, o governo afirma que o projeto visa dotar o Estado de meios de enfrentamento da grave situação fiscal que ora vivenciamos devido aos efeitos negativos da pandemia da Covid-19.

Além dos cortes de incentivos fiscais, o governo também pretende extinguir 11 empresas estaduais, entre autarquias e fundações, até o começo de 2021. Caso a medida seja adotada, se espera que o governo consiga cortar 5.600 vagas no funcionalismo e elevar a arrecadação em R$ 8 bilhões.

Entre as empresas que o governo quer fechar estão a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU), a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) e a Fundação Parque Zoológico de São Paulo. 

O projeto também prevê um programa de demissão voluntária para servidores com contratos do tipo CLT.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247