Doria responde a Bolsonaro e diz, ao entrar em reunião, que ele "deveria unir o país ao invés de dividi-lo"

Após ser chamado de “demagogo” e “criminoso” por Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria, fez duras críticas ao ocupante do Planalto, antes de entrar em reunião com ele na manhã desta quarta-feira (15). Segundo Doria, Bolsonaro divide o país ao invés de uní-lo

João Doria e Jair Bolsnaro
João Doria e Jair Bolsnaro (Foto: Gov. SP | PR)

247 - Após ser chamado de “demagogo” e “criminoso” por Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria, fez duras críticas ao ocupante do Planalto, antes de entrar em reunião com ele na manhã desta quarta-feira (15). Segundo Doria, Bolsonaro “divide o país ao invés de uni-lo” 

Bolsonaro e os governadores de Sudeste irão se reunir na manhã desta quarta-feira (25) para tratar de questões referentes ao coronavírus. 

Doria também relembrou que, além de governador também e empresário, mas que neste momento "salvar vidas é o mais importante". 

Ele também destacou algumas medidas realizadas pelo governo de São Paulo no sentido de continuar a girar a economia do Estado, como manter a abertura de fronteiras e manutenção de indústrias estratégicas. 

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247