Doria vê tentativa de uso eleitoral, mas diz que crise das polícias não chegou a SP

"A tropa paulista em si é muito consciente e preparada. E, acima de tudo, bem comandada. Está tudo sob controle", afirmou o governador de São Paulo, João Doria. Policiais militares pressionam por aumento salarial em pelo menos 12 estados brasileiros

Governador descarta risco de atrito com PMs em São Paulo
Governador descarta risco de atrito com PMs em São Paulo (Foto: Governo do Estado de São Paulo)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governador João Doria (PSDB-SP) afirmou que a crise das polícias não chegou a São Paulo. De acordo com o chefe do Executivo, há controle do comando "sobre todo o sistema policial". Doria disse que apenas "uns poucos" em São Paulo "tentam usar a segurança pública como tribuna eleitoral, partidária e ideológica", sem sucesso. 

"A tropa paulista em si é muito consciente e preparada. E, acima de tudo, bem comandada. Está tudo sob controle", afirma ele.

Em outubro, o governo estadual anunciou aumento salarial de 5% para as forças de segurança.

Policiais militares pressionam por aumento salarial em pelo menos 12 estados brasileiros. O clima é mais tenso no Ceará, que teve 29 homicídios em 24 horas. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247