Eike confessa ter pago US$ 16,5 milhões a Cabral

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, o empresário confessou no depoimento que prestou nesta terça-feira 31 na Polícia Federal que repassou US$ 16,5 milhões para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral; o dinheiro - envolvido na falsa venda de uma mina de ouro - foi repassado por meio dos irmãos-doleiros Marcelo e Renato Chebar

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, o empresário confessou no depoimento que prestou nesta terça-feira 31 na Polícia Federal que repassou US$ 16,5 milhões para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral; o dinheiro - envolvido na falsa venda de uma mina de ouro - foi repassado por meio dos irmãos-doleiros Marcelo e Renato Chebar
Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, o empresário confessou no depoimento que prestou nesta terça-feira 31 na Polícia Federal que repassou US$ 16,5 milhões para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral; o dinheiro - envolvido na falsa venda de uma mina de ouro - foi repassado por meio dos irmãos-doleiros Marcelo e Renato Chebar (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo, o empresário Eike Batista confessou no depoimento que prestou nesta terça-feira 31 na Polícia Federal que repassou US$ 16,5 milhões para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

O dinheiro - envolvido na falsa venda de uma mina de ouro - foi repassado por meio dos irmãos-doleiros Marcelo e Renato Chebar.

Preso em Bangu 9, Eike foi levado para depor na sede da Superintendência da Polícia Federal do Rio, na região portuária da cidade, onde permaneceu por mais de três horas, e depois levado de volta ao presídio.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247