Em almoço com Bolsonaro, Crivella reivindicou liberação de recursos da União

As discussões envolvem o custeio de 23 unidades de policlínicas e hospitais na cidade do Rio de Janeiro, que foram municipalizadas entre 1994 e 2005

Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella
Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Após participar de um almoço no Palácio do Planalto com Jair Bolsonaro, Marcelo Crivella reivindicou a liberação de mais recursos à Saúde e Infraestrutura. Desde 2016, Crivella tenta aumentar os valores que são repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em uma negociação que teve início no ano de 2017. A informação é do jornal O Globo.

As discussões envolvem o custeio de 23 unidades de policlínicas e hospitais na cidade do Rio de Janeiro, que foram municipalizadas entre 1994 e 2005, acrescenta a reportagem.

Em 2018, alegando que a União não repassava recursos suficientes para manter as 23 unidades, Crivella acionou a Justiça para tentar devolve-las, mas sem sucesso. O custo para manter as policlínicas e hospitais pode chega até R$ 250 milhões por ano, sendo que a União repassa apenas R$ 100 milhões. O assunto voltou à pauta no fim de 2019, quando a prefeitura do Rio atrasou o pagamento de funcionários de Organizações Sociais, conclui a reportagem.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247