Em guinada à direita, PSDB de São Paulo processa militante do 'Esquerda pra valer'

O PSDB de São Paulo vai processar o militante tucano Fernando Guimarães, do grupo Esquerda Pra Valer, acusado de "falsidade ideológica". Guimarães faz oposição à linha de direita do partido em São Paulo e se pronunciou contrário à filiação de Alexandre Frota

Fernando Guimarães
Fernando Guimarães (Foto: Brasil247)

247 - O PSDB de São Paulo vai processar o militante tucano Fernando Guimarães, do grupo Esquerda Pra Valer.  

Os diretórios estadual e municipal do partido movem uma ação judicial contra o militante depois que ele criticou a filiação de Alexandre Frota.   

O ingresso de Frota no PSDB divide ainda mais o partido, hoje alinhado com posições de direita e sob o controle do governador João Doria.  

O presidente municipal do PSDB, Fernando Alfredo, alega que Fernando Guimarães praticou falsidade ideológica, ao falar em nome do partido, mesmo tendo sido expulso da sigla.   

Guimarães, por seu turno, diz que nunca recebeu qualquer comunicado sobre sua expulsão do partido, como manda o estatuto, e que, portanto, continua tucano.  

As informações são da Coluna do Estadão.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247