Em nota, PM nega fake news criada por Eduardo e Jair Bolsonaro sobre continência a manifestantes

Jair Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro postaram vídeos onde soldados da corporação teriam prestado continência a apoiadores do governo federal na avenida Paulista. Em nota, a PM-SP ressaltou que soldados homenageavam colega morto no exercício da profissão

(Foto: PM | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Julinho Bittencourt, Revista Fórum - Nota distribuída pela assessoria de imprensa da Polícia Militar (PM) de São Paulo, neste domingo (24), nega fake news compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) e também por seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (Sem Partido-SP). Em mensagens, os dois, entre outros bolsonaristas, postaram vídeos onde soldados da corporação teriam prestado continência a apoiadores do governo federal na avenida Paulista.

A mensagem da PM, veiculada às 17h38, mais ou menos o mesmo horário em que acontecia a manifestação bolsonarista, informa: “a Polícia Militar homenageou, na tarde deste domingo (24), o soldado Lucas Alexandre Leite, de 25 anos, que faleceu em serviço na noite de ontem, na zona leste da cidade de São Paulo”. 

A nota diz ainda que “durante o sepultamento, realizado do Mausoléu da PM, localizado no centro da Capital, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), a qual pertencia a vítima, o honraram com continência individual e toque de silêncio”.

Leia a íntegra na Fórum. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247