Em vídeo, Temer diz por que colocou exército nas ruas do Rio

Para Michel Temer, o envio de tropas das Forças Armadas para o Rio de Janeiro está amparada pela lei, de modo a obter a chamada "garantia da lei e da ordem"; de acordo com o peemedebista, o uso das tropas servirá para garantir a "integridade da população, preservar a ordem pública e garantir o funcionamento das instituições".

Para Michel Temer, o envio de tropas das Forças Armadas para o Rio de Janeiro está amparada pela lei, de modo a obter a chamada "garantia da lei e da ordem"; de acordo com o peemedebista, o uso das tropas servirá para garantir a "integridade da população, preservar a ordem pública e garantir o funcionamento das instituições".
Para Michel Temer, o envio de tropas das Forças Armadas para o Rio de Janeiro está amparada pela lei, de modo a obter a chamada "garantia da lei e da ordem"; de acordo com o peemedebista, o uso das tropas servirá para garantir a "integridade da população, preservar a ordem pública e garantir o funcionamento das instituições". (Foto: Charles Nisz)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - Em vídeo postado no Twitter, Michel Temer defendeu o emprego das Forças Armadas nas ruas do Rio de Janeiro pela "garantia da lei e da ordem" e que o uso das tropas é para garantir a "integridade da população, preservar a ordem pública e garantir o funcionamento das instituições".

De acordo com Temer, "o agravamento da situação de segurança pública está no centro das preocupações" (do Governo Federal). Na opinião do peemedebista,a medida anunciada nesta sexta-feira (28) é um passo na resolução dessa situação que inquieta e angustia a todos os brasileiros, especialmente aos moradores do Rio de Janeiro.  

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247