Emidio de Souza será relator do processo contra deputado Fernando Cury na Comissão de Ética da Alesp

Deputado Fernando Cury está sendo processado por quebra de decoro no assédio à deputada Isa Penna

Fernando Cury e Isa Penna
Fernando Cury e Isa Penna (Foto: Alesp | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado estadual Emidio de Souza foi nomeado pela presidente do Conselho de Ética da Alesp, deputada Maria Lucia Amary, como relator do processo aberto pela deputada Isa Penna contra o deputado Fernando Cury.

A decisão foi tomada após a reunião do conselho realizada na manhã desta quarta-feira (10). Na ocasião, os deputados integrantes do órgão aceitaram por unanimidade a denúncia feita por Isa Penna (PSOL) contra o deputado Fernando Cury (Cidadania).

Agora, Emidio tem 15 dias para analisar provas, depoimentos, defesa e apresentar seu parecer. "Vou analisar todas as provas e depoimentos e apresentar um relatório dentro do prazo regimental", garantiu o parlamentar. 

Cury foi flagrado cometendo assédio e abuso sexual contra Isa Penna, durante sessão plenária da Assembleia, em 16 de dezembro, que votava o orçamento do estado para 2021. As imagens mostram ele se aproximando pelas costas da deputada e, em seguida, levando a mão ao seio de Isa Penna. A parlamentar, já no dia seguinte, deu início à denúncia do caso, acusando Cury por importunação sexual. 

Com a admissibilidade do processo, o Conselho de Ética tem agora a responsabilidade de, ao final do julgamento, decidir pela absolvição, advertência, suspensão ou até a cassação do mandato do deputado. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email