Empresário que agrediu cinegrafista da Globo em Minas é réu por sonegação de impostos

O Ministério Publico (MP-MG) ofereceu denúncia contra o empresário Leonardo Rivelli, que agrediu um cinegrafista da Globo em Barbacena, Sul de Minas Gerais

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O empresário Leonardo Rivelli, que agrediu um cinegrafista da Globo nesta quarta-feira (20) em Barbacena, Sul de Minas Gerais, é proprietário da empresa Massanobre Produtos Alimentícios Ltda e suspeito de burlar o pagamento de ICMS - Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

O Ministério Publico (MP-MG) passou a investigar Rivelli por sonegação em 2013. Em dezembro de 2016, o órgão  ofereceu denúncia à Justiça. "A administração da empresa MASSANOBRE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS LTDA, desde 2009, vem omitindo, reiteradamente, o recolhimento de ICMS por operação própria, além de não recolher os valores do ICMS retidos por substituição tributária", diz trecho da denúncia que gerou o processo que corre sob o número 0159853-78.2016.8.13.0056. Aqui está o processo, conforme publicado no BuzzFeed.

Em nota, a Massanobre Produtos Alimentícios afirmou que Rivelli não é mais sócio da empresa "há mais de dez anos" e repudiou a agressão ao cinegrafista.


Reprodução

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247