Estado abre processo contra pai de atirador que matou quatro em escola no Espírito Santo

Uma das armas usadas no ataque era do pai, que é policial militar, em Aracruz, no Espírito Santo

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - A Polícia Militar (PM) informou nesta segunda-feira (28) que abriu um procedimento administrativo contra o pai do atirador responsável pela morte de quatro pessoas em duas escolas de Aracruz, no Espírito Santo, na última sexta-feira (25). Uma das armas usadas no ataque era do pai, que é policial militar. As informações são da coluna Maquiavel, de Veja. 

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Douglas Caus, a "corporação, através de sua Corregedoria, está instaurando hoje esse procedimento administrativo para apurar essa circunstância".

>>> Duas vítimas continuam em estado grave após ataques em escolas no Espírito Santo

O outro revólver usado no crime estava em cima do armário, em um local trancado com cadeado.

O pai do atirador disse que o filho teve uma mudança no comportamento após sofrer bullying na escola há cerca de dois anos.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247