Estado do Rio registra a primeira morte por febre amarela este ano

A Secretaria de Saúde do Estado do Rio confirmou dois casos de febre amarela em humanos foram confirmados no estado do Rio; uma pessoa morreu; de acordo com a pasta, o falecimento foi registrado na zona rural de Teresópolis, na Região Serrana do Rio; a vítima era um homem de 48 anos que trabalhava e morava na região, informou a prefeitura; o outro paciente, morador de Valença, no Sul Fluminense, está internado; os casos foram confirmados após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz  

A Secretaria de Saúde do Estado do Rio confirmou dois casos de febre amarela em humanos foram confirmados no estado do Rio; uma pessoa morreu; de acordo com a pasta, o falecimento foi registrado na zona rural de Teresópolis, na Região Serrana do Rio; a vítima era um homem de 48 anos que trabalhava e morava na região, informou a prefeitura; o outro paciente, morador de Valença, no Sul Fluminense, está internado; os casos foram confirmados após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz
 
A Secretaria de Saúde do Estado do Rio confirmou dois casos de febre amarela em humanos foram confirmados no estado do Rio; uma pessoa morreu; de acordo com a pasta, o falecimento foi registrado na zona rural de Teresópolis, na Região Serrana do Rio; a vítima era um homem de 48 anos que trabalhava e morava na região, informou a prefeitura; o outro paciente, morador de Valença, no Sul Fluminense, está internado; os casos foram confirmados após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz   (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - A Secretaria de Saúde do Estado do Rio confirmou nesta quinta-feira (11) dois casos de febre amarela em humanos foram confirmados no Estado do Rio. Uma pessoa morreu. De acordo com a pasta, o falecimento foi registrado na zona rural de Teresópolis, na Região Serrana do Rio. A vítima era um homem de 48 anos que trabalhava e morava na região, informou a prefeitura. O outro paciente, morador de Valença, no Sul Fluminense, está internado. Os casos foram confirmados após exames laboratoriais realizados pela Fiocruz.

O estado registrou 27 casos de febre amarela silvestre em humanos de 15 de março até 31 de dezembro de 2017. Foram nove mortes causadas pela doença.

A pasta informou que 12 cidades registraram casos de febre amarela em macacos desde março do ano passado.

Os dois municípios - Teresópolis e Valença - não estão incluídos entre os 15 que serão alvo da campanha de vacinação anunciada esta semana pelo Ministério da Saúde. Em nota, a secretaria informou que a cobertura vacinal nas duas cidades é superior a 80%.

Ainda segundo a pasta, foram disponibilizadas doses suficientes para vacinar 100% da população das duas cidades. A secretária também disse ter recomendado às prefeituras que intensifiquem a vacinação, principalmente nas áreas de mata.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247