Esteves está 'perplexo' com prisão, diz defesa

Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que André Esteves, do banco BTG Pactual, preso nesta quarta-feira, 25, "está perplexo"; Kakay afirma que Esteves "não conhece nenhum dos personagens envolvidos na acusação, com exceção do senador Delcídio do Amaral (PT-MS)", também preso nesta manhã, e que a única coisa que existe contra seu cliente são citações feitas pelo senador; "E citações não podem servir para embasar uma prisão"; Esteves deve depor ainda nesta quarta

Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que André Esteves, do banco BTG Pactual, preso nesta quarta-feira, 25, "está perplexo"; Kakay afirma que Esteves "não conhece nenhum dos personagens envolvidos na acusação, com exceção do senador Delcídio do Amaral (PT-MS)", também preso nesta manhã, e que a única coisa que existe contra seu cliente são citações feitas pelo senador; "E citações não podem servir para embasar uma prisão"; Esteves deve depor ainda nesta quarta
Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que André Esteves, do banco BTG Pactual, preso nesta quarta-feira, 25, "está perplexo"; Kakay afirma que Esteves "não conhece nenhum dos personagens envolvidos na acusação, com exceção do senador Delcídio do Amaral (PT-MS)", também preso nesta manhã, e que a única coisa que existe contra seu cliente são citações feitas pelo senador; "E citações não podem servir para embasar uma prisão"; Esteves deve depor ainda nesta quarta (Foto: Aquiles Lins)

Rio 247 - Advogado de André Esteves, do banco BTG Pactual, preso nesta quarta-feira, 25, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou que seu cliente "está perplexo". Esteves deve depor ainda nesta quarta. 

O advogado afirma que Esteves "não conhece nenhum dos personagens envolvidos na acusação, com exceção do senador Delcídio do Amaral". Kakay disse também que o banqueiro nunca esteve com Nestor Cerveró, com o filho dele, Bernardo Cerveró, ou com o advogado Edson Ribeiro, e que a única coisa que existe contra seu cliente são citações feitas pelo senador. "E citações não podem servir para embasar uma prisão."

Além de André esteves, o senador Delcídio Amaral (PT-MS), o seu chefe de gabinete no Senado, Diogo Ferreira, e o advogado de Nestor Cerveró, Edson Ribeiro, foram presos pela Polícia Federal, acusados de tentar atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato. 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247