Ex-braço direito de Mandetta fará parte do comitê de Saúde em SP

O médico João Gabbardo dos Reis será secretário-executivo do Centro de Contingência do combate ao coronavírus no estado de São Paulo, conforme anunciado pelo governador João Doria (PSDB)

João Gabbardo dos Reis e Luiz Henrique Mandetta
João Gabbardo dos Reis e Luiz Henrique Mandetta (Foto: Anderson Riedel/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O médico João Gabbardo dos Reis será secretário-executivo do Centro de Contingência do combate ao coronavírus no estado de São Paulo. Exonerado do cargo no Ministério da Saúde, Gabbardo era considerado o "número dois" do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, que deixou o cargo após divergências com Jair Bolsonaro, contra o isolamento social, enquanto o seu ex-subordinado era favorável ao confinamento em massa. 

O anúncio oficial sobre a integração do novo secretário foi feito nesta quarta-feira (27) em coletiva de imprensa pelo governador de João Doria, com quem Bolsonaro tem divergências, principalmente, porque o tucano é potencial adversário dele na eleição presidencial de 2022. 

De acordo com o chefe do Executivo paulista, o médico ajudou a decidir a flexibilização do isolamento social no estado, que começará no dia 1 de junho e deve seguir cinco etapas para um retorno gradual. "Sendo ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo pode agora oferecer a sua contribuição ao comitê de São Paulo", afirmou Doria. 

Ao agradecer o convite ao cargo, Gabbardo elogiou as medidas de distanciamento social. 

"Às pessoas que dizem que as medidas que foram tomadas pelos governadores e prefeitos não surtiram efeito no achatamento da curva, é importante destacar: isso não é verdade. Isso tem que ser contestado com muita veemência", disse na coletiva. "Na verdade, apesar de todas as medidas, esse foi o número de óbitos que ocorreram e ele é muito menor do que o que aconteceria sem as medidas", destacou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247