Feliciano comenta prisão de pastor: 'causa um profundo constrangimento'

"Dia muito triste para a Igreja Evangélica de vertente Pentecostal", afirmou o deputado do PL-SP e pastor da Assembleia de Deus

www.brasil247.com - Marco Feliciano
Marco Feliciano (Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)


247 - O deputado federal Marco Feliciano (PL-SP), pastor da Assembleia de Deus, usou nesta quarta-feira (22) a sua conta no Twitter para lamentar a prisão do pastor Gilmar Santos pela Polícia Federal (PF) durante investigações sobre tráfico de influência e corrupção na liberação de dinheiro do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). 

"Hoje é um dia muito triste para a Igreja Evangélica de vertente Pentecostal. A prisão do Pr Gilmar Santos, pelo qual, como Pregador da Palavra, sempre tive respeito e admiração, nos causa um profundo constrangimento. Nos resta apenas aguardar os desdobramentos", escreveu o parlamentar no Twitter.

A operação prendeu o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. A PF iniciou as investigações após a divulgação de um áudio, em março, quando Ribeiro afirmou que, a pedido de Jair Bolsonaro (PL), liberava dinheiro do MEC por indicação de dois pastores, Gilmar Santos e Arilton Moura, que também foi preso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), comentou a investigação da PF e disse que Bolsonaro "é o maior mentiroso da paróquia".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renan Calheiros (MDB-AL) defenderam a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o MEC. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email