Felipe teve que voltar atrás após desabafo

O meia do Vasco afirma que no h problemas com o tcnico; desabafo aps vitria na Libertadores pode exigir mais empenho do jogador para ficar em campo at na Taa Rio; hoje, em So Janurio, treinou como reserva

Depois do desabafo, o meia Felipe procurou minimizar suas declarações após a vitória por 3 a 2 sobre o Alianza Lima, quarta-feira, pela Libertadores. Em coletiva nesta sexta, o jogador recuou da reclamação por mais tempo de jogo e disse que vai brigar por posições como todos os outros. Felipe disse que conversou com o técnico Cristóvão Borges e não há problema de relacionamento.

"Sei que a qualquer momento posso voltar para o Catar, onde eu e minha família estamos adaptados. Em relação ao atraso de salário não é uma novidade. Voltei para o Brasil sabendo disso. Mas amo o Rio e o Vasco é a minha primeira casa. Quero conquistar mais uma Libertadores aqui. A única novidade à qual ainda estou me adaptando é disputar a posição", comentou o meia, em referência ao fato de ter ameaçado deixar o clube.

Na atividade desta sexta, em São Januário, Borges testou um time misto para encarar o Madureira, domingo, no estádio vascaíno. Na equipe que deve ser a titular, Felipe não participou. Ele treinou na equipe que seria a reserva, com Fagner, Dedé e Alecsandro. Por enquanto, o meia mantém o discurso de grupo.

"Sei que é complicado escalar 11 jogadores, mas vou seguir buscando meu espaço. Sempre fui titular nos clubes por onde passei", apontou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247