Feminicídio: homem mata ex-mulher e depois comete suicídio na frente dos filhos dela

Um homem matou a ex-esposa com um tiro na cabeça, no município de Miracatu, no interior de São Paulo. Após efetuar os disparos, ele cometeu suicídio. A mulher sofria agressões físicas e registrou queixas contra ele anteriormente

Homem matou ex-esposa e se matou em seguida em Miracatu, SP
Homem matou ex-esposa e se matou em seguida em Miracatu, SP (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Um homem identificado como Itamar Minas Kalil, de 34, matou a ex-esposa - Raquel Oliveira Alves Kalil, de 27 anos -, nessa quarta-feira (24), com um tiro na cabeça, no município de Miracatu, no interior de São Paulo. Após efetuar os disparos, ele cometeu suicídio na frente dos filhos pequenos dela, de 3 e 10 anos. A mulher tinha medida protetiva contra ele. Os dois estavam separados  há cerca de três semanas.

Nessa quarta, por volta das 9h, Itamar foi à casa onde Raquel estava morando com uma tia e decidiu tirar satisfações sobre o término. As informações foram publicadas pelo portal G1

A mulher sofria agressões físicas e registrou queixas contra ele anteriormente. Ela possuía, ainda, uma medida protetiva de urgência contra o ex, que não aceitava o fim da relação.

Os policiais encontraram a mulher caída, sem vida, na parte de dentro da cerca da residência e o homem estava morto do lado de fora, a dois metros de distância. Com ele, havia uma faca com lâmina de aproximadamente 35 centímetros.

O carro usado pelo homem para chegar ao local foi encontrado a dois quilômetros de distância da residência onde Raquel estava. Os policiais acharam um documento em nome de uma terceira pessoa, e um bilhete com um número de telefone escrito. O carro foi apreendido e encaminhado ao pátio do município. 

O caso foi registrado como feminicídio seguido de suicídio na Delegacia Sede de Miracatu.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email