Freixo: Dallagnol se comportava como capacho de Moro

"Novas conversas mostram que Deltan Dallagnol se comportava como capacho do então juiz Sérgio Moro, que chegou a pedir que o procurador da Lava Jato interviesse numa manifestação do MBL e na atuação do delegado da PF. Moro não fazia dobradinha, ele comandava as investigações ilegalmente", afirmou o deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ)

(Foto: Michel Jesus - Câmara)

247 - O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) chamou neste domingo (23) o procurador da Operação Lava Jato Deltan Dallagnol de “capacho de Sérgio Moro”.

"Novas conversas mostram que Deltan Dallagnol se comportava como capacho do então juiz Sérgio Moro, que chegou a pedir que o procurador  da Lava Jato interviesse numa manifestação do MBL e na atuação do delegado da PF. Moro não fazia dobradinha, ele comandava as investigações ilegalmente", disse o parlamentar no Twitter.

Novas revelações do site Intercept Brasil, desta vez em parceira com o jornal Folha de S.Paulo, apontaram que Moro, na condição de juiz da Lava Jato, fez articulações com Dallagnol para se proteger de possível atritos com o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki (atualmente falecido), após a divulgação de papéis encontrados pela Polícia Federal na casa de um executivo da Odebrecht  que expunha  indevidamente dezenas de políticos que tinham direito a foro especial -- e que só podiam ser investigados com autorização da Corte.


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247