'Enquanto brasileiros perdem vidas e famílias choram, Bolsonaro debocha', diz Marcelo Freixo

Deputado Marcelo Freixo diz que Jair Bolsonaro é um "genocida". "'E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre​.' Essa foi a resposta do presidente ao ser questionado sobre o recorde de mortes diárias", critica o parlamentar

Marcelo Freixo e Jair Bolsonaro
Marcelo Freixo e Jair Bolsonaro (Foto: Câmara | PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Reuters - O deputado Marcelo Freixo reagiu com indignação à declaração de Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 28, sobre as 474 mortes diárias pelo novo coronavírus, elevando o número de vítimas fatais para 5.017 no País. 

"Bolsonaro é um genocida. 'E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre​.' Essa foi a resposta do presidente ao ser questionado sobre o recorde de mortes diárias. Enquanto brasileiros perdem suas vidas e suas famílias choram, Bolsonaro debocha", escreveu o deputado carioca. 

O Brasil agora superou a China —epicentro inicial da pandemia de Covid-19— em número de mortes divulgadas oficialmente. O país asiático tem 4.633 mortes confirmadas, de acordo com números oficias.

Nesta terça-feira o Brasil também registrou 5.385 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas —o segundo maior aumento diário desde o início do surto no país-, elevando o total para 71.886 casos.

A taxa de letalidade por Covid-19 está em 7%, de acordo com o ministério.

O país tem ainda 34.325 casos de coronavírus em acompanhamento, ou 48% do total. Outros 32.544 casos são tratados como recuperados, o que representa 45%. Ainda há 1.156 mortes sob investigação, segundo o ministério.

Até a semana passada, o Brasil havia registrado mais de 3 mil novos casos diários apenas em duas ocasiões. Nos últimos dias, porém, o patamar foi facilmente superado, com o menor dos avanços no período sendo de 3.379 casos, no dia 26.

São Paulo continua sendo o Estado mais afetado pela doença no Brasil, com 24.041 casos —avanço de 2.345 em relação à véspera— e 2.049 mortes, sendo 224 óbitos nas últimas 24 horas, segundo o ministério.

Rio de Janeiro vem em seguida com 8.504 casos e 738 mortes no período. O Ceará está logo em seguida com número de casos, com 6.918, e é o quarto em mortes, 403. Pernambuco tem um registro menor de casos, 5.724, mas teve mais óbitos, 508.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247