Garotinho: 'vou reabrir Palácio Guanabara ao povo'

O deputado federal e candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho (PR), afirmou que, se for eleito, vai reabrir o Palácio Guanabara ao povo; o parlamentar disse que foi "o primeiro governador a criar uma ouvidoria, o Fala Cidadão, através do qual qualquer cidadão podia se comunicar com o governo, fazer reclamações, pedir obras, dar sugestões"; "E eu fazia questão de receber um relatório diário para acompanhar as demandas", disse 

O deputado federal e candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho (PR), afirmou que, se for eleito, vai reabrir o Palácio Guanabara ao povo; o parlamentar disse que foi "o primeiro governador a criar uma ouvidoria, o Fala Cidadão, através do qual qualquer cidadão podia se comunicar com o governo, fazer reclamações, pedir obras, dar sugestões"; "E eu fazia questão de receber um relatório diário para acompanhar as demandas", disse 
O deputado federal e candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho (PR), afirmou que, se for eleito, vai reabrir o Palácio Guanabara ao povo; o parlamentar disse que foi "o primeiro governador a criar uma ouvidoria, o Fala Cidadão, através do qual qualquer cidadão podia se comunicar com o governo, fazer reclamações, pedir obras, dar sugestões"; "E eu fazia questão de receber um relatório diário para acompanhar as demandas", disse  (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 – O deputado federal e candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho (PR), afirmou que, se for eleito, vai reabrir o Palácio Guanabara ao povo. O parlamentar também criticou o ex-chefe do Executivo fluminense Sérgio Cabral e o atual governador Luiz Fernando Pezão, ao dizer que ambos os peemedebistas proibiu a entrada de "pessoas não autorizadas" na sede do governo estadual.

Garotinho disse que foi "o primeiro governador a criar uma ouvidoria, o Fala Cidadão, através do qual qualquer cidadão podia se comunicar com o governo, fazer reclamações, pedir obras, dar sugestões". "E eu fazia questão de receber um relatório diário para acompanhar as demandas", disse em seu blog.

Ao criticar a gestão do PMDB, o deputado afirmou que "uma das primeiras medidas do governo Cabral - Pezão foi proibir a entrada de "pessoas não autorizadas" no Palácio Guanabara, ou seja, o povo".

"Depois das manifestações do ano passado, o palácio foi cercado por cavaletes e agora ninguém pode chegar perto. Também acabaram com a ouvidoria, o Fala Cidadão, o site passou a mostrar uma mensagem dizendo que estava em manutenção, mas nunca voltou", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247