Geraldo Alckmin é vacinado contra Covid-19 em São Paulo

O tucano não quis comentar a crise do PSDB que envolve Doria, Eduardo Leite, Aécio Neves e Bruno Araújo. "Vou falar de política só daqui a uns três meses"

Geraldo Alckmin
Geraldo Alckmin (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), 68, recebeu a primeira dose da vacina contra Covid-19 nesta quarta-feira (10), de acordo com a Folha de S. Paulo. Alckmin é médico, faz doutorado e dá cursos e atende no Hospital das Clínicas.

O tucano contou ter recebido a CoronaVac. "Como eu estou no Hospital das Clínicas, médico tem prioridade. Tomei a vacina no Conselho Regional de Medicina [Cremesp]. Foi a turma de 65 a 70 anos. Tomei a CoronaVac. É a que tem no dia. Só fiquei sabendo depois que tomei. É importante, estamos em contato direto com pacientes no HC".

"A gente se sente superbem. A vacina é uma segurança enorme. Tanto que eu estava com amigos e falei 'vamos na esquina comemorar tomando um cafezinho'. O Cremesp fica no centro, então fomos ali do lado. Agora tenho que tomar a segunda. Já está marcada para 3 de março", completou.

O tucano não quis comentar a crise que se instalou no PSDB envolvendo o governador de São Paulo, João Doria, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o ex-presidenciável Aécio Neves e o presidente da sigla, Bruno Araújo. "Estou me dedicando à medicina, estou até terminando o doutorado, hoje [quinta] é até meu dia no Hospital das Clínicas, dando aula. Vou falar de política só daqui a uns três meses", disse o político ao jornal.

"Tirei um período dedicado à medicina e ao magistério, então não tenho participado muito [da política]. Não tenho comentado, tenho observado", falou Alckmin.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email