Gilmar põe mais quatro da Ponto Final em liberdade

Além de ter concedido o habeas corpus ao empresário Jacob Barata Filho, o ‘rei do ônibus’, e ao ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes estendeu a outros quatro presos na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato no Rio - Cláudio Sá Garcia de Freitas, Marcelo Praça Gonçalves, Enéas da Silva Bueno e Octacílio de Almeida Monteiro,presos preventivamente; a Operação Ponto Final investiga um esquema de propina propina de ao menos R$ 260 milhões no setor de transportes do estado do Rio

Brasília - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, abre o 7º Encontro Nacional das Escolas Judiciárias Eleitorais.(Antonio Cruz/Agência Brasil)
Brasília - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, abre o 7º Encontro Nacional das Escolas Judiciárias Eleitorais.(Antonio Cruz/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - Além de ter concedido o habeas corpus ao empresário Jacob Barata Filho, o ‘rei do ônibus’, e ao ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes estendeu a outros quatro presos na Operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato no Rio - Cláudio Sá Garcia de Freitas, Marcelo Praça Gonçalves, Enéas da Silva Bueno e Octacílio de Almeida Monteiro,presos preventivamente. A informação foi publicada no blog do Fausto Macedo.

No caso de Jacob Barata, o ministro havia concedido nesta quinta-feira (17) habeas corpus ao empresário. Depois, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, responsável pelos processos da Lava Jato no Rio, expediu novos mandados de prisão contra Barata. Nesta sexta-feira (18), Gilmar voltou a conceder liberdade a Barata.

A Operação Ponto Final investiga um esquema de propina propina de ao menos R$ 260 milhões no setor de transportes do estado do Rio de Janeiro.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247