Incêndios florestais em SP mais do que dobram em 2020

O número de focos de incêndio aumentou 109% estado de São Paulo de janeiro até o último domingo (13) em comparação com o mesmo período do ano passado, apontaram dados do Inpe

São Paulo registra alta na quantidade de incêndios e resgates de animais
São Paulo registra alta na quantidade de incêndios e resgates de animais (Foto: Divulgação (Defesa Civil de SP))
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O número de focos de incêndio aumentou 109% estado de São Paulo até o último domingo (13) em comparação com o mesmo período do ano passado, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Desde o começo do ano, os satélites do instituto registraram 4.214 focos na unidade federativa, contra 2.015 de 1º de janeiro a 13 de setembro de 2019. 

Foram 1.470 focos até o dia 13 de setembro. A média histórica é de 796 incêndios para o mês todo, de acordo com informações publicadas em reportagem do portal G1

Os focos de incêndios em São Paulo atingem de maneira similar a Mata Atlântica e o cerrado. Segundo o Inpe, 52% dos focos deste ano ocorreram em áreas de Mata Atlântica e 48% em áreas de cerrado.

Com os incêndios, animais silvestres tentam fugir do fogo e passaram a invadir áreas urbanas. 

No noroeste paulista, 1.854 animais silvestres foram resgatados de março a julho de 2020. O número representa 53% do total de capturas realizadas em todo o estado, segundo a Polícia Ambiental e o Corpo de Bombeiros.

Em agosto, um lobo-guará foi resgatado no estacionamento de um supermercado de São José do Rio Preto. Em Cerqueira César, uma onça correu pelas ruas de um bairro residencial no começo do mês de setembro.

Nível nacional

No plano nacional a preocupação com incêndios é ainda maior. Pela primeira vez em seu período democrático, o Brasil é alvo de uma recomendação oficial para que uma investigação internacional ocorra sobre o governo Jair Bolsonaro por suas políticas ambientais e de direitos humanos. A iniciativa partiu do relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU), Baskut Tunkat. 

Um grupo de oito países europeus também alertou o Brasil que, se não tomar "ações reais" no combate ao desmatamento na Floresta Amazônica, produtos brasileiros deixarão de ser comprados

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247