Com o país mergulhado em crises sucessivas, Bolsonaro, internado, diz querer "ir ao jogo do Palmeiras", afirma porta-voz

Alimentando rumores de que a estadia no hospital tem elementos de encenação e marketing (com restrições médicas e 'lives'), Bolsonaro manifestou a vontade de ir ao jogo do Palmeiras. “Hoje o Doutor Antônio (Macedo) teve de dar um puxão de orelha no presidente porque ele queria ir ao jogo do Palmeiras”, disse o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros

247 - Alimentando rumores de que a estadia no hospital tem elementos de encenação e marketing (com restrições médicas e 'lives'), Bolsonaro manifestou a vontade de ir ao jogo do Palmeiras. “Hoje o Doutor Antônio (Macedo) teve de dar um puxão de orelha no presidente porque ele queria ir ao jogo do Palmeiras”, disse o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros. 

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "o presidente Jair Bolsonaro está “super bem”, mas mais comedido frente aos procedimentos cirúrgicos que realizou desde que sofreu o atentado durante a campanha eleitoral, segundo informou o porta-voz da Presidência. Ele recebeu visitas apenas de familiares, incluindo a irmã, o cunhado e o sobrinho e, mais tarde, o médico responsável Antonio Macedo, deve reavaliar a dieta para decidir se muda da alimentação líquida para a cremosa."

O porta-voz da presidência ainda acrescentou: "acabei de falar com ele. Está super bem, caminhou hoje, recebeu a visita de familiares. À noite, o Doutor Macedo vai voltar para fazer uma reavaliação da questão de alimentação. Diminui a endovenosa e começa a aumentar ou começar a inserir a cremosa”, informou Barros, em conversa com jornalistas, nesta tarde, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde Bolsonaro se recupera de uma cirurgia realizada no domingo, 8, para correção de uma hérnia incisional."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247