Intervenção: Rio não está entre as 30 cidades mais violentas do Brasil, segundo o Ipea

Diante da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro anunciada por Michel Temer na sexta-feira (16), é bom lembrar que o território fluminense não tem cidade alguma entre as 30 mais violentas do Brasil, conforme ranking formulado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados de 2015 e divulgado em junho do ano passado; confira o ranking

Diante da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro anunciada por Michel Temer na sexta-feira (16), é bom lembrar que o território fluminense não tem cidade alguma entre as 30 mais violentas do Brasil, conforme ranking formulado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados de 2015 e divulgado em junho do ano passado; confira o ranking
Diante da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro anunciada por Michel Temer na sexta-feira (16), é bom lembrar que o território fluminense não tem cidade alguma entre as 30 mais violentas do Brasil, conforme ranking formulado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados de 2015 e divulgado em junho do ano passado; confira o ranking (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - Diante da intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro anunciada por Michel Temer na sexta-feira (16), é bom lembrar que o território fluminense não tem cidade alguma entre as 30 mais violentas do Brasil, conforme ranking formulado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública com dados de 2015 e divulgado em junho do ano passado.

O município de Altamira, no Pará, ocupa a primeira posição o ranking dos municípios mais violentos do Brasil, com taxa de 107 mortes para cada 100 mil habitantes, seguido por Lauro de Freitas (BA), com 97.7/100 mil, e por Nossa Senhora do Socorro, em Sergipe, com 96,4/100 mil.

Entre as capitais, o primeiro lugar é de Fortaleza, em 13º na lista, com taxa de 78,1/100 mil.

Confira o ranking:

Posição Estado Cidade Taxa
1 PA Altamira 107
2 BA Lauro de Freitas 97,7
3 SE Nossa Senhora do Socorro 96,4
4 MA São José de Ribamar 96,4
5 BA Simões Filho 92,3
6 CE Maracanaú 89,4
7 BA Teixeira de Freitas 88,1
8 PR Piraquara 87,1
9 BA Porto Seguro 86
10 PE Cabo de Santo Agostinho 85,3
11 PA Marabá 82,4
12 RS Alvorada 80,4
13 CE Fortaleza 78,1
14 BA Barreiras 78
15 BA Camaçari 77,7
16 PA Marituba 76,5
17 PR Almirante Tamandaré 76,2
18 BA Alagoinhas 75,7
19 BA Eunápolis 75,1
20 GO Novo Gama 75
21 GO Luziânia 74,7
22 PB Santa Rita 74,1
23 MA São Luís 73,9
24 GO Senador Canedo 73,7
25 PA Ananindeua 70,2
26 GO Trindade 69,8
27 CE Caucaia 69,8
28 PE Igarassu 69,4
29 ES Serra 69,2
30 BA Feira de Santana 68,5
Veja também

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247