Jandira: “por que só se acusa Lula, e sem provas?”

Candidata à Prefeitura do Rio, Jandira Feghali (PCdoB) criticou a seletividade das investigações da Lava Jato; "O problema, que nos chama a atenção, é a seletividade. Aécio Neves já está citado em oito delações", lembra; "Michel Temer está delatado em quatro delações. Romero Jucá teve uma gravação dizendo que queria o impeachment para parar a Lava Jato. A cúpula do PMDB... Por que só se acusa o Lula, e ainda sem provas?, questiona; ela também lembrou que o ex-presidente Lula "tirou o Brasil do mapa da fome"

Candidata à Prefeitura do Rio, Jandira Feghali (PCdoB) criticou a seletividade das investigações da Lava Jato; "O problema, que nos chama a atenção, é a seletividade. Aécio Neves já está citado em oito delações", lembra; "Michel Temer está delatado em quatro delações. Romero Jucá teve uma gravação dizendo que queria o impeachment para parar a Lava Jato. A cúpula do PMDB... Por que só se acusa o Lula, e ainda sem provas?, questiona; ela também lembrou que o ex-presidente Lula "tirou o Brasil do mapa da fome"
Candidata à Prefeitura do Rio, Jandira Feghali (PCdoB) criticou a seletividade das investigações da Lava Jato; "O problema, que nos chama a atenção, é a seletividade. Aécio Neves já está citado em oito delações", lembra; "Michel Temer está delatado em quatro delações. Romero Jucá teve uma gravação dizendo que queria o impeachment para parar a Lava Jato. A cúpula do PMDB... Por que só se acusa o Lula, e ainda sem provas?, questiona; ela também lembrou que o ex-presidente Lula "tirou o Brasil do mapa da fome" (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - A candidata à Prefeitura do Rio, Jandira Feghali (PC do B) disse que sente orgulho do seu partido de ter integrado os governos Lula e Dilma, mesmo com as acusações do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná de que o governo montou uma "propinocracia". 

"Eu acho que corrupção tem em vários governos, e as pessoas que corromperam e que roubaram têm que ser apuradas e investigadas e condenadas. Eu acho que isso tem que ser feito. O problema, que nos chama a atenção, é a seletividade. Aécio Neves [senador do PSDB] já está citado em oito delações", disse.

Segundo a candidata, "Michel Temer está delatado em quatro delações. Romero Jucá teve uma gravação dizendo que queria o impeachment para parar a Lava Jato. A cúpula do PMDB... Por que só se acusa o Lula, e ainda sem provas? Aquele espetáculo ridículo do procurador do Ministério Público Federal. Que acusou o Lula sem prova nenhuma. Ele dizia: ‘Tenho convicção e não tenho prova'", lembrou.

"Qual é a prova contra Lula? Qual é o patrimônio de Lula? Qual é o patrimônio de Dilma? Dilma foi ‘impeachmada’ sem crime nenhum. Isso é golpe. Me desculpe, eu vou repetir: foi um golpe de estado, feito no Brasil. Estamos fazendo uma eleição municipal debaixo de um golpe de Estado", complementou. A entrevista foi concedida ao RJTV.

Segundo Jandira, "o fato de ter alguns corruptos dentro de alguma legenda isso não significa você jogar no lixo a história de um partido, que fez tanto bem fez pelo País". Jandira disse ter orgulho de ter "feito aliança nesse governo, para Bolsa Família, para o Minha Casa, Minha Vida, para 786 mil jovens do Rio de Janeiro tendo acessado a universidade, o Pronetec, nós termos feito o Luz para Todos, de termos feito trabalho no semiárido brasileiro, de termos colocado as mulheres na universidade".

"Então, esse é meu orgulho. De a gente ter conquistado a Olimpíada para o Brasil, que tínhamos o ministro do Esporte na época. Fizemos alianças em nome de projetos que mudaram. Lula tirou o Brasil do mapa da fome".

Então, quando as notícias são dadas, que apure os esquemas de corrupção desde lá de trás, desde esquema de Fernando Henrique, o PP de Dornelles, e tantas outras pessoas. Aliás, vocês, como jornalismo, deviam cobrar mais que essas acusações sobre PSDB, PP, PMDB fossem feitas e acusados do mesmo jeito que estão tentando acusar Lula.

Propostas

negou que tenha feito a promessa de construir 220 mil casas, se for eleita. "Eu não disse que ia construir 220 mil casas em quatro anos. Eu disse que ia tentar perseguir a meta de diminuir o déficit habitacional", disse a candidata, que afirmou ainda que estabelecia metas anuais. "Só acho que é possível avaliar [quantas casas serão possíveis construir] quando fizermos a auditoria das contas da Prefeitura", complementou. Ela criticou o governo federal por ter reduzido, segundo ela, em 56% o programa de habitação popular.

Jandira disse que não pretende aumentar impostos, mas reforçou que "a arrecadação da cidade está em baixa, porque não há uma base produtiva real. A base produtiva é oca no Rio de Janeiro. O único braço de acumulação aqui foi a especulação imobiliária e o comando das empresas de ônibus sob a prefeitura".
 
"Não há uma estrutura produtiva na indústria, não há uma estrutura produtiva na cadeia de serviço nem na economia da cultura. Então, a arrecadação se aumenta desenvolvendo a economia, com o poder de compra do município, inclusive com pequenas e médias empresas, como por exemplo tecnologia da informação e comunicação", disse. 
 
"Mas eu te digo, se o meu orçamento for de R$ 29 bilhões como está previsto, a prioridade vai ser o que será executado, mesmo que outras áreas fiquem de fora. Nós precisamos executar saúde, precisar superar déficit de creche com horário estendido, precisamos garantir equipes completas nas clínicas da família com terceiro turno e com CGEG que regule todo sistema e as pessoas não fiquem esperando em casa, e que a habitação e as favelas sejam atendidas", acrescentou.
 
A candidato prometeu a criação de "uma estrutura na prefeitura para fazer uma intervenção unificada dentro das favelas, que é a área mais abandonada na gestão atual".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247